Galegos no Brasil.

Para relatarmos as vivencias vitais dos nosos pais, nais, avós e avoas, eses herois da nosa Emigración...
mariajuana
Mensagens: 562
Registado: segunda, 02 dez 2002, 00:00

Galegos no Brasil.

Mensagempor mariajuana » quinta, 05 out 2006, 20:44

Antonio Rodríguez Vilela desde San Pablo, Brasil, envió el siguiente mensaje, el día 21/09/2002, a la lista de Fillos-L:
GALEGOS NO BRASIL
Qual foi o primeiro galego que fixou residência no Brasil?
É difícil dizer com certeza. Porém, estudos históricos registram a
presença de um galego com "residência fixa" em terras do atual
Estado do Maranhão já na segunda metade do século XVI.
Essa pessoa desempenhou papel importante na história daquele
Estado e de toda a região nordeste do Brasil e ficou conhecido como
PERO GALEGO.
Não se sabe como PERO GALEGO foi parar no Maranhão,
mas as crônicas dizem que ele aprendeu o idioma Potiguar (língua
dos índios da região) e servia de intérprete para outros europeus.
Ele casou-se com uma nativa e vivia com o corpo pintado e os beiços
(lábios) e orelhas furadas como os índios. A influência de PERO GALEGO
na região foi muito grande, pelo papel que representou na expulsão dos portugueses
da Paraíba (outro Estado Brasileiro) e, depois, nas lutas ocorridas no
Maranhão. Nessas guerras, PERO GALEGO e os índios potiguar fizeram
alianças com os franceses.
Vencidos, os portugueses abandonaram (temporariamente) as terras
do Maranhão. Na ausência dos portugueses, Daniel de La Touche,
senhor de La Ravardière, fundou a cidade de São Luis, que é a capital do
Maranhão, no dia 8 de setembro de 1.612.

Sobre as relações estabelecidas entre PERO GALEGO e os índios ---que
lutaram ao lado dele nessas guerras---, o antropólogo brasileiro Darcy Ribeiro escreveu o seguinte:
"A instituição social que possibilitou a formação do povo brasileiro foi o
'cunhadismo', velho uso indígena de incorporar estranhos à sua comunidade.
Consistia em lhes dar uma moça índia como esposa. Assim que ele a
assumisse, estabelecia, automaticamente, mil laços que o aparentavam com todos os membros do grupo. (....) É crível até que a colonização pudesse ser feita através do desenvolvimento dessa prática. Tinha o defeito, porém, de ser acessível a qualquer europeu desembarcado junto às aldeias indígenas.
Isso efetivamente ocorreu, pondo em movimento um número crescente de
navios e incorporando a indiada ao sistema mercantil de produção (.....)

Com base no cunhadismo se estabeleceram criatórios de gente mestiça nos focos onde náufragos e degredados se assentaram. Primeiro, junto com os índios nas aldeias, quando adotam seus costumes, vivendo com eles, furando os beiços e as orelhas e até participando dos cerimoniais antropofágicos, comendo gente. Então aprendem a língua e se familiarizam com a cultura indígena (....)"
Fontes:
"O Povo Brasileiro", de Darcy Ribeiro, Ed. Companhia da Letras, 1995,
p.82/83
"Pequena História do Maranhão", de Mário M. Meirelles, 1970, p.23


Espero que seja útil e interessante.

Antonio Rodriguez Vilela
Tietê - São Paulo
Salcidos - A Guarda - Pontevedra
Última edição por mariajuana em sábado, 08 nov 2014, 21:46, editado 1 vez no total.

espanolita
Mensagens: 38
Registado: domingo, 26 set 2004, 23:00

Galegos no Brasil.

Mensagempor espanolita » sexta, 06 out 2006, 13:40

[quote="mariajuana"]Antonio Rodríguez Vilela desde San Pablo, Brasil, envió el siguiente mensaje, el día 21/09/2002, a la lista de Fillos-L:[quote]
GALEGOS NO BRASIL
Qual foi o primeiro galego que fixou residência no Brasil?
É difícil dizer com certeza. Porém, estudos históricos registram a
presença de um galego com "residência fixa" em terras do atual
Estado do Maranhão já na segunda metade do século XVI.
Essa pessoa desempenhou papel importante na história daquele
Estado e de toda a região nordeste do Brasil e ficou conhecido como
PERO GALEGO.
Não se sabe como PERO GALEGO foi parar no Maranhão,
mas as crônicas dizem que ele aprendeu o idioma Potiguar (língua
dos índios da região) e servia de intérprete para outros europeus.
Ele casou-se com uma nativa e vivia com o corpo pintado e os beiços
(lábios) e orelhas furadas como os índios. A influência de PERO GALEGO
na região foi muito grande, pelo papel que representou na expulsão dos portugueses
da Paraíba (outro Estado Brasileiro) e, depois, nas lutas ocorridas no
Maranhão. Nessas guerras, PERO GALEGO e os índios potiguar fizeram
alianças com os franceses.
Vencidos, os portugueses abandonaram (temporariamente) as terras
do Maranhão. Na ausência dos portugueses, Daniel de La Touche,
senhor de La Ravardière, fundou a cidade de São Luis, que é a capital do
Maranhão, no dia 8 de setembro de 1.612.

Sobre as relações estabelecidas entre PERO GALEGO e os índios ---que
lutaram ao lado dele nessas guerras---, o antropólogo brasileiro Darcy Ribeiro escreveu o seguinte:
"A instituição social que possibilitou a formação do povo brasileiro foi o
Hola a todos!!! Este mensaje me ha hecho recordar a mi papa que llego a Brasil aproximadamente en los años 40 y esta aqui hasta el dia de hoy. Me gustaria a través de este mensaje saludar a todos los gallegos y descendientes de gallegos que estan en Brasil.

Unha aperta a todos!!!!!

saludos

Paula
Última edição por espanolita em sábado, 08 nov 2014, 21:46, editado 1 vez no total.

espanolita
Mensagens: 38
Registado: domingo, 26 set 2004, 23:00

Galegos no Brasil.

Mensagempor espanolita » sexta, 06 out 2006, 13:43

Hola a todos!!! Este mensaje me ha hecho recordar a mi papa que llego a Brasil aproximadamente en los años 40 y esta aqui hasta el dia de hoy. Me gustaria a través de este mensaje saludar a todos los gallegos y descendientes de gallegos que estan en Brasil.

Unha aperta a todos!!!!!

saludos

Paula
Última edição por espanolita em sábado, 08 nov 2014, 21:46, editado 1 vez no total.

mariajuana
Mensagens: 562
Registado: segunda, 02 dez 2002, 00:00

Galegos no Brasil.

Mensagempor mariajuana » sexta, 06 out 2006, 16:38

Oscar Neira Fernández desde Suiza envió el siguiente mensaje, el día 22/o9/2002, a la lista de Fillos-L:Hola Antonio
Me pareze mui interesante tu estudio sobre el primer galego. Me encantó!!
Por desgracia tengo que ajuntar un "pero". Pero en un estudio que tengo yo ahora mismo delante mia, dice (en breve):Potiguára +/- 6120 grupos etnicos.
Situados en Paraiba, Pôsto Nísia Brasilera na Baia da Traição. Según este estudio el Potiguára ya no existe. (http://www.ethnologue.com)
Con estos datos no estoi seguro si te he dado la razón, o he relativado lo
que tu dijiste. Por que el Pará es un estado vecino del Maranhao, pero que
!yo! sepa no tiene ninguna Baia. Ya que no tiene mar.
Saludiños
Oscar Zürich-Suiza
Vigo-Tomiño
Última edição por mariajuana em sábado, 08 nov 2014, 21:46, editado 1 vez no total.

mariajuana
Mensagens: 562
Registado: segunda, 02 dez 2002, 00:00

Galegos no Brasil.

Mensagempor mariajuana » terça, 24 out 2006, 19:48

Tatiana Cardoso de Araujo desde Minas Gerais, Brasil, envió el siguiente mensaje, el día 22/09/2002, a la lista de Fillos-L:Que bom, Vilela, reler parte das suas pesquisas na Lista! Conte mais! Queria
que você contasse também sobre a sua viagem! Os amigos que nunca foram lá e ainda não leram iriam gostar.
E sobre a Bahia, certa vez pesquisando na rede encontrei até um time de
futebol baiano que chama Galícia e que, dizem, já foi importante.
Abraço a todos
Tatiana
Minas Gerais/Brasil
????/Pontevedra


Voltar para “Historias da nosa emigración”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante